O Inverno está chegando, saiba como se prevenir e manter sua energia em alta nesta estação, segundo a Medicina Tradicional Chinesa.

 

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, esta é a estação de armazenamento de energia para a vivência saudável, e em equilíbrio, de um próximo ciclo. É uma época que representa introspeção e o recolhimento, tanto intelectual e emocional, como físico.

O Inverno está associado ao Elemento ÁGUA e aos órgãos RIM e BEXIGA. A sua cor é o PRETO, o sabor SALGADO e a emoção FOBIA/MEDO.

Durante este período é fundamental manter o equilíbrio térmico do organismo, evitando a exposição às baixas temperaturas, adotar hábitos de sono mais saudáveis, como dormir cedo, e preferir atividades físicas com um menor esforço cardíaco, como a meditação e o tai chi chuan. A dieta alimentar deve ser composta por alimentos quentes que auxiliem o corpo no combate ao frio.

O Rim é o órgão que encerra a nossa energia vital e representa o amadurecimento na vida, por isso o seu equilíbrio é fundamental. Como tal, as doenças associadas aos desequilíbrios energéticos do rim, são algumas das mais verificadas nesta altura do ano. Deverá tomar especial atenção a alterações emocionais, mudanças de humor, aumento de medos e inseguranças e até mesmo depressões, devido ao fato de este ser o órgão responsável pela energia vital. O rim está ainda intrinsecamente ligado ao baço, pulmões e ouvidos, por isso as patologias destes órgãos são também recorrentes.

O outro órgão associado ao Inverno é a bexiga e problemas como incontinência e infecções urinárias poderão ser também desencadeados ou agravados durante estes meses. Para além destas patologias, devido à ligação estabelecida pelos meridianos, também o aparelho reprodutor carece de especial atenção. Assim, alterações do ciclo menstrual, infertilidade, falta de desejo sexual e problemas da próstata podem ser também frequentes no Inverno.

Para a Medicina Tradicional Chinesa, é preciso se proteger do vento, da friagem e da umidade.

Vento: Considerado uma ‘energia perversa’, pois invade o organismo e pode infeccionar as vias aéreas superiores.

Friagem: A queda de temperatura diminui o nível de energia yang. Essa energia yang estagnada é conhecida no ocidente como queda do sistema imunológico.

Umidade: A umidade provoca a sensação de corpo pesado, carregado, mole e sem vontade de fazer esforço. Por isso a umidade prejudica a função fisiológica do organismo com dores articulares e musculares. Pessoas que têm reumatismo pioram.

 

Prevenção por faixa etária:

Crianças:

– Precisam se proteger do vento para não ter IVAS: infecção das vias aéreas respiratórias; 

– Usar agasalho;

– Devem manter extremidades do corpo aquecidas, evitar esfriar os pés e cobrir o pescoço;

– Na alimentação evitar gelado e tomar chás de menta, hortelã, camomila e erva doce, pois matam bactérias e vírus e expelem a ‘energia vento’;

– Evitar laticínios, pois podem causar infecções devido a alergias.

 

Adultos:

– Precisam se proteger da friagem, se agasalhar cobrir o pescoço, pois a friagem faz acordar com o pescoço travado, torcicolo, porque provoca espasmo muscular;

– Por isso devem tomar chás mais picantes como: gengibre, anis, alecrim e agrião;

– Evitar comidas cruas como sashimi, carpaccio e salada crua.

 

Terceira idade:

– Precisam se proteger da umidade, pois ataca articulações, provocando dores;

– Dormitório deve ser seco e claro;

– Devem tomar: chá garra do diabo, erva baleeira, cordão de frade, calêndula, pois todos têm efeito anti-inflamatório;

– Evitar excesso de sal e coisas salgadas, pois atacam a energia do rim e o mal funcionamento do rim provoca umidade no corpo;

– Usar bolsa de água quente nas articulações doloridas, como artrose no joelho por exemplo;

– Pisar na bolsa de água quente antes de dormir e usar meias, previnem infecções graves, como pneumonia.

Previna-se, se cuide com: Acupuntura, Moxabustão e Fitoterapia.

 

 

Paz e Luz!

 

 

Marisa Nascimento