Produzida pelo hipotálamo a Ocitocina é conhecida como o Hormônio do amor, ela é liberada quando estamos perto de alguém que amamos ou temos grande afeto.

Quando este hormônio é liberado  os níveis de cortisol (hormônio do estresse) caem rapidamente.

A Ocitocina também é conhecida por promover as contrações uterinas durante o parto e fazer a secreção do leite durante a lactação.

Durante muitos anos acreditava-se que apenas as mulheres tinham esse hormônio, por causa da gestação, mas depois de muitos estudos científicos foi comprovado que os homens também possuem esse hormônio, o que acontece é que por muitas vezes a testosterona bloqueia parte da função desse hormônio no corpo dos homens, dando aquela impressão de que são insensíveis e de que são menos capazes de amar que as mulheres.

Durante uma pesquisa de mais de 30 anos a fisiologista sueca Kerstin Uvnäs comprovou que a ocitocina é liberada com o toque do outro. Ela detalha essa pesquisa no livro “Lugn och beröring (Calma e toque)”.

A Massagem e a Ocitocina

Durante a massagem seja ela, Terapeutica, Relaxante ou Oriental, o corpo através do toque libera além de outros hormônios, a Ocitocina, promovendo grande sensação de bem estar.

Alguns dos seus efeitos:

– Modulador da ansiedade, humor e libido;

– Melhora nas interações sociais e vínculos afetivos;

– Aumenta a memória de experiências prazerosas;

– Melhora a autoconfiança;

– Aumenta a intensidade do orgasmo;

– Promove relaxamento muscular;

– Promove a dilatação dos vasos sanguíneos diminuindo a pressão;

– Diminui o medo;

– Aumenta a resistência à dor;

– Melhora o aparelho digestivo;

Uma massagem pode fazer muito mais por você do que apenas relaxar, a massagem atua nos níveis físico, mental e emocional.

Melhore sua saúde recebendo massagens regularmente!

 

 

Paz e Luz!

 

Marisa Nascimento